A segurança alimentar presente nas cestas orgânicas

cesta organica saude alimentar suco verde

A segurança alimentar presente nas cestas orgânicas

Segundo pesquisa realizada pelo Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (ORGANIS), em 2017, apenas 15%, dos 905 brasileiros participantes da pesquisa consomem algum produto orgânico. Ainda sobre essa pesquisa, é possível visualizar que a região sudeste do país é a maior consumidora de orgânicos.

Dentre os alimentos orgânicos consumidos estão a alface, cebola, rúcula, maçã, banana, tomate, batata, cenoura, dentre outras frutas, legumes e verduras. Dentro desse contexto, é possível depreender que a população brasileira em geral tem se preocupado cada vez mais com a qualidade da sua alimentação. Veja como o consumo orgânico vem crescido no Brasil.

Por isso, tem buscado outras fontes de alimento, que não estão relacionadas à industrialização e ao agronegócio. Essa busca se tornou mais latente na atualidade, em tempos de pandemia, onde a ida ao supermercado se tornou mais difícil e os escândalos com agrotóxicos estampam os noticiários.
Nesse cenário, o agricultor familiar passa a ser valorizado, e para se destacar no mercado reinventa os seus produtos, como é o caso das cestas orgânicas, que são tão conhecidas atualmente.

Pensando nisso, hoje falaremos um pouco sobre o que são as cestas orgânicas, como encontrá-las e qual a sua relação com a segurança alimentar.

Segurança alimentar e produtos orgânicos

O combate à fome é uma luta antiga, porém super válida. Segundo os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), organizados pela Organização das Nações Unidas (ONU), até 2030 todos os tipos de fome devem ser combatidos por meio de uma agricultura sustentável.

Isso porque utilizar outro modelo de produção alimentar não gera segurança. Como exemplo podemos citar o próprio agronegócio, que produz grandes monoculturas de soja, por exemplo, e inutiliza o espaço para plantações posteriores, gerando maior degradação do solo, menos espaço para cultivo e mais escassez de alimentos.

Mas enfim, o que é a segurança alimentar? O termo segurança alimentar foi fundado em 1996 na Conferência Mundial da Alimentação(CMA), e é entendido como o acesso físico, social e econômico permanente a alimentos seguros, nutritivos e em quantidade suficiente para satisfazer as necessidades nutricionais e preferências alimentares, promovendo uma vida ativa e saudável.

Para tanto, a segurança alimentar trabalha com 4 pilares:

  • Consumo
  • Acesso
  • Estabilidade
  • Disponibilidade

 
Entretanto, garantir a segurança alimentar num mundo que valoriza o agronegócio e a industrialização tornou-se um desafio. Desse modo, surgem alternativas contra esse modelo hegemônico alimentar: os produtos orgânicos.

O que são os Produtos Orgânicos?

cesta orgânica pessoa segurando legumes

De modo geral, o senso comum nos informa que os produtos orgânicos são aqueles livres de agrotóxicos, não são transgênicos e dispensam o uso de fertilizantes sintéticos. Entretanto, ser orgânico ultrapassa esses atributos.
Para ser considerado um produto orgânico, uma cesta orgânica, por exemplo, deve seguir alguns regulamentos, que são:

  • Seguir as normas da legislação sanitária
  • Fazer a correta disposição do lixo
  • Promover o bem- estar animal
  • O solo deve ser enriquecido naturalmente (sem uso de agrotóxicos, pesticidas, adubos químicos, etc)
  • Sem uso de sementes transgênicas, dentre outros

 

Para que os produtores orgânicos sigam direitinho essas regras é necessário órgãos certificadores, que se concretizam com selos nos rótulos dos produtos, que só serão concedidos após avaliação do modo de produção e do produto em si. Para entender um pouco mais sobre a certificação de orgânicos, basta acessar o Manual de Certificação da Organics Net.

É válido salientar que os produtos tidos como naturais podem ser ou não orgânicos. Tudo depende do modo de produção e se esses produtos naturais possuem certificação de orgânicos. Veja como é feito o cultivo orgânico.

Produtos Orgânicos: Cesta Orgânica

Dentre as opções de produtos orgânicos disponíveis no mercado temos o mel, a cajuína e as cestas orgânicas. Dando enfoque às cestas orgânicas, podemos notar uma crescente na sua procura e, consequentemente, no seu consumo.

Mas no que consistem essas cestas? Provavelmente você já viu no supermercado as cestas básicas disponíveis para venda, que nada mais são do que uma caixa onde contém alguns itens básicos da alimentação mensal de uma pessoa. Nessa cesta é possível encontrar itens básicos, como arroz, feijão, café, dentre outros. É válido ainda ressaltar que essas cestas são vendidas a preços mais baixos porque possuem uma porção menor de produtos.

Seguindo a mesma lógica, existem as cestas orgânicas. Nessas estão contidos produtos orgânicos, como legumes, verduras e frutas, todas certificadas. Entretanto, para adquirir essa cesta o processo é bem mais simples.

Primeiramente, você não precisará sair de casa para adquirir a cesta orgânica. Segundo que o preço é super acessível e a variedade de tamanho das opções estão sempre disponíveis. Veja mais sobre porque comprar alimentos sem sair de casa.

Para adquirir a sua cesta orgânica é preciso entrar em contato com alguma empresa que a produza. Uma das empresas que mais se destacam na produção dessas cestas é a Cesta Orgânica.

Como solicitar a sua cesta na Cesta Orgânica?

cesta orgânica sacola imagem por cima

Na Cesta Orgânica você tem três possíveis opções de cestas para adquirir.

  • Pequena: essa cesta é recomendada para no máximo duas pessoas, e é constituída de 4 tipos de verduras e temperos, 4 tipos de legumes e 2 tipos de frutas
  • Padrão: essa cesta é recomendada para no máximo 3 pessoas, e é constituída por 7 tipos de verduras e temperos, 4 tipos de legumes e 4 tipos de frutas
  • Família: essa cesta é recomendada para no máximo 4 pessoas, e é constituída por 7 tipos de verduras e temperos, 7 tipos de legumes e 6 tipos de frutas

 

Então, para solicitar a sua cesta é super simples. Basta você selecionar o modelo da cesta orgânica no site da empresa, e a própria empresa se encarrega de levar até você. Quanto ao pagamento você pode escolher entre três formas: o plano semanal, quinzenal ou mensal.

Isso porque a solicitação da cesta funcionará como uma espécie de compra programada, onde naquele período acordado você paga um valor e recebe o produto periodicamente. Esse modelo de pagamento muito se assemelha aos modelos disponíveis nas plataformas de streaming, como Netflix e Amazon Vídeo. Veja também os benefícios em comprar alimentos online.

Mas fique tranquilo, caso você precise cancelar a sua assinatura da cesta orgânica é só entrar em contato com a Cesta Orgânica. Veja com mais detalhes em como funciona.
Ficou interessado? Para saber mais sobre os preços e retirar mais dúvidas basta clicar aqui.

Conclusão

Se alimentar bem e com qualidade deveria ser uma tarefa fácil. Porém, o sistema capitalista corrobora com a produção de alimento em larga escala, que acaba por não contemplar os requisitos de segurança alimentar, tornando a população cada vez mais desnutrida.

Por esse motivo, existem alternativas para fugir dos alimentos industrializados e comer bem. Dentre as alternativas temos as cestas orgânicas, que garantem a você uma variedade de produtos orgânicos, para você e sua família, por um preço acessível.



×